segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Guarda Civil Metropolitana completa 28 anos, parabéns a todos os guerreiros azul marinho!

Por: GCM Duarte

"É com imenso orgulho que venho parabenizar a todos os integrantes da nossa gloriosa Guarda Civil Metropolitana pelos 28 anos de lutas e conquistas, onde cada um de nós escreve sua história. Sabemos o quão difícil foi chegar até aqui e obter todas essas conquistas, infelizmente ao longo de todos esses anos tivemos irmãos heróis que tombaram em nome da nossa farda, irmãos que se feriram e derramaram sangue para que hoje pudéssemos estar aqui, vivos e inteiros, para comemorar mais um ano da nossa Guarda Civil.

Apesar de todas as dificuldades, tenho plena certeza de que estamos no caminho certo para que possamos ter um futuro melhor, pois vejo a cada dia o empenho de muitos colegas de trabalho que com tanto orgulho representam a nossa corporação diante da população paulistana, seja trabalhando nas ruas ou administrativamente, sendo tal dedicação o principal combustível que nos move em direção às conquistas.

Por fim, saliento mais uma vez o meu orgulho em pertencer aos quadros da Guarda Civil Metropolitana, pois não tenho dúvidas de que amo a minha profissão, onde podem ter certeza de que sempre defenderei com unhas e dentes, não dedicando menos de que o máximo de mim para orgulhar a todos os meus irmãos guardas civis".

Parabéns a todos pelos nossos 28 anos!!!

GCM Duarte

domingo, 14 de setembro de 2014

Vereador Paulo Telhada: "... quando morre um agente da Lei, ninguém se manifesta..."

13/09/14 Nas Ruas - Dennis Guerra: Na data de ontem (12) foi anunciado aqui neste canal de notícias a morte do guarda civil metropolitano Vanderlei. Desde a data de ontem familiares, amigos e colegas de profissão compareceram ao  



Cemitério Vila Nova Cachoeirinha, na Zona Norte de São Paulo, para despedirem-se do policial, morto em razão do estrito cumprimento do dever legal. Durante a cerimônia, o vereador Paulo Telhada e o Presidente do Sindguardas-SPCarlos Augusto Souza, também estiveram presentes e cederam os seus depoimentos ao O Cão de Guarda Notíciassobre o ocorrido.

VEJA AINDA: 

Também esteve no local o Subcomandante GCM/SP, Inspetor Vanderlei Bento Barbosa (que visivelmente emocionado, preferiu se abster naquele momento de quaisquer gravações) entre outros.

Entretanto, ficou clara a falta de interesse da grande mídia em cobrir - tanto o velório quanto o sepultamento do agente policial - diferentemente do que foi feito quanto da morte do lutador de boxe que reagiu à abordagem legal, ferindo dois GCMs, entre eles o GCM Vanderlei. Naquela ocasião, muitosnoticiários sensacionalistas estiveram presentes.



Em respeito à dor da família e amigos, este editor se limitou a fazer este breve registro à distância. Foto: Dennis Guerra.

"... quando morre um vagabundo, quando morre um bandido, as críticas contra a polícia, contra as forças de segurança são muito pesadas. Mas quando morre um agente da Lei, ninguém se manifesta..."

Vereador Paulo Telhada

"...quando, dos fatos, nós (Sindguardas-SP) entramos em contato com a emissora TV Record, pedindo o Direito de Resposta. Foi encaminhada até nós, lá na entidade, uma equipe. Gravamos por mais de vinte minutos, onde não foi levado ao ar (...) não podemos nos posicionar de forma clara em relação ao ocorrido..."

Carlos Augusto Souza - Presidente Sindguardas SP

Na cerimônia do guarda civil metropolitano, nenhum deles, com especial atenção ao Programa Cidade Alerta, apresentado por Marcelo Rezende. Assista ao vídeo abaixo e tire as suas conclusões:





Por Coronel Telhada - Mais um herói covardemente assassinado!


"13/09/14 - Por Coronel Telhada: Faleceu na manhã desta sexta-feira, dia 12 de setembro, o Guarda Civil Metropolitano Vanderlei da Silva Rodrigues. Ele morreu vítima dos tiros disparados em 31 de agosto, pelo boxeador Edson Ferreira, até então tido pela mídia tendenciosa como a vítima da história. O GCM Vanderlei tinha 44 anos, era casado e pai de dois filhos, um deles deficiente físico. Com um histórico exemplar na guarda paulistana, Vanderlei receberia a Medalha Jânio Quadros, criada por mim, na próxima segunda-feira, dia 15, na Câmara Municipal.

Vanderlei foi vítima duas vezes, primeiro nas mãos do assassino campeão de boxe, depois foi vítima de criticas impensadas e infundadas por parte da imprensa que citou os homens da GCM como mal preparados, mal profissionais e os condenaram como assassinos.

O GCM Vanderlei estava trabalhando dentro da lei, legitimamente escalado para conter o comércio ilegal perto do Anhembi, quando foi atacado por um homem que não obedeceu a ordem de parada e abordagem, de um servidor público das nossas forças de segurança.

Nada disto foi levado em conta por certos jornalistas que preferiram defender um homem que vendia mercadorias de forma ilegal, que roubou a arma de dois guardas, atirou contra ambos e um deles – infelizmente – veio a óbito, estando o outro GCM ainda internado.

Os GCMs se defenderam e o ambulante morreu, mas isto ocorreu não por ele vender mercadorias de forma irregular, mas sim por ter reagido e atirado contra os guardas.

A família GCM está de luto pelo guarda que faleceu, eu estou de luto e todos que valorizam as nossas forças de segurança e a respeitam também ficarão! Mais duas crianças sem pai, mais uma viúva da segurança pública, mais um guerreiro tombado...

Presto minha última homenagem, contando o motivo pelo qual o GCM seria homenageado segunda-feira:

No ano de 2009, ao ocorrer um roubo de carga que fez o condutor do veículo como refém, o GCM Vanderlei recuperou a carga roubada e libertou a vítima sequestrada. Portanto mais um herói, covardemente assassinado"! Fonte: Coronel Telhada - Facebook














Em breve, informações sobre doações à família. Aguarde!



sábado, 13 de setembro de 2014

Nota de Falecimento - Guarda Civil Metropolitano Vanderlei (Atualizado)

12/09/14 - Por Dennis Guerra: É com pesar que O Cão De Guarda Notícias informa o falecimento do GCM Vanderlei. O motivo do agravamento de seu estado de saúde, culminando com o seu falecimento, foi uma infecção generalizada. O GCM Vanderlei, juntamente 



com o seu parceiro (nome preservado), foram atacados por um vendedor ambulante - lutador de boxe - que subtraiu a arma de um deles, vindo a feri-los gravemente. O caso ganhou grande repercussão na mídia. Segundo consta, o outro GCM já recebeu alta e está em casa com os familiares. Esta postagem será atualizada. Fonte: OCDGN I - WhatsApp.

Local do velório e sepultamento: Cemitério Municipal Vila Nova Cachoeirinha - Avenida João marcelino Branco - Vila Nova Cachoeirinha - São Paulo - SP. Clique AQUI e encontre no mapa. Velório: 12/09 à partir das 23:00h. Sepultamento: 13/09, à partir das 13:00h


VEJA AINDA: 




Nota do Editor OCDGN

Assim como muitos que acompanharam este caso desde o início, nos cabe nesse primeiro momento emanar todos os sentimentos à família do GCM Vanderlei, que morreu em decorrência doCumprimento do Estrito Dever Legal

Mas não devemos parar aqui. Conforme já afirmado anteriormente, este site já se colocou à disposição das famílias dos GCMs envolvidos para promover uma campanha de doação. Doações estas fundamentais em muitos casos envolvendo os agentes municipais, considerando, além do impacto primordial, que é a perda de um pai, uma mãe, um ente querido - que são a fonte de sustento de uma família  - surge o impacto financeiro. Em breve, novidades a respeito.

Também recebi a seguinte informação:

"... Evite divulgar a imagem e informações pessoais por face ou outras redes sociais, para preservação da segurança da família..."

Não vou discutir ou entrar em detalhes, apenas respeitar o pedido.

Não conheci diretamente nenhum dos GCMs envolvidos. Isso não me impede de compartilhar da dor daqueles que os conheceram, principalmente no caso do Vanderlei...



E não esqueça: estaremos de olho!



quinta-feira, 11 de setembro de 2014

PLs aprovados estabelecem reajustes e jornada especial à GCM

Vereadores discutem em plenário detalhes antes da votação dos projetos Foto: Luiz França / CMSP


Projetos passaram em 1ª votação e aguardam nova avaliação no plenário


Durante a sessão plenária desta quarta-feira (10/9), os vereadores aprovaram, em primeira discussão, dois PLs (Projetos de Lei) de autoria do Executivo, voltados aos servidores da GCM (Guarda Civil Metropolitana). O Projeto de Lei (PL) 286/2014 promove reajustes salariais aos servidores e o Projeto de Lei (PL) 310/2014 institui o programa DEAC (Diária Especial por Atividade Complementar), uma espécie de “Operação Delegada” da GCM.

O PL 286/2014 prevê reajuste da escala de padrões de vencimentos da GCM em duas etapas. Serão acrescidos 5% aos rendimentos dos servidores em pagamentos retroativos a maio de 2014, e 10,23%, a partir de maio de 2016.

Além disso, o projeto estabelece novas bases para a menor remuneração bruta mensal da GCM. Serão R$ 1.449,00, a partir de 1º de maio de 2014; R$ 1.521,45, a partir de 1º de janeiro de 2015 e R$ 1.656,00, a partir de 1º de maio de 2016.

“O governo, em discussão com o Sindguardas-SP (Sindicato dos Guardas Civis Metropolitanos de São Paulo), chegou a um entendimento de que o reajuste aprovado hoje é o possível para este momento. É um grande avanço, embora não seja o ideal. Quem sabe nos próximos anos o governo possa aumentar esse valor, mas no momento, foi o possível”, comentou o vereador Arselino Tatto (PT), líder do governo.

A DEAC, proposta no PL 310/2014, corresponde ao exercício facultativo de oito horas contínuas de atividade operacional fora da jornada normal de trabalho pelos servidores da GCM, com limite estabelecido em dez dias de trabalho adicional por mês. A atuação nesta jornada especial será cumprida em parques, escolas e praças públicas. Cada GCM que aderir ao programa receberá R$ 20 por hora trabalhada.